Blog

Tags — software.

  1. Os Slicers Mais Populares para Impressão 3D
    09 de julho 2024

    Os Slicers Mais Populares para Impressão 3D

    A impressão 3D evoluiu consideravelmente nos últimos anos, e uma parte essencial deste avanço são os slicers – softwares que transformam modelos 3D em instruções compreensíveis para impressoras 3D. A escolha do slicer adequado pode influenciar drasticamente a qualidade e a eficiência das impressões. A seguir, apresentamos os slicers mais populares para impressão FDM (Modelagem por Deposição Fundida) e impressão de fotopolímero, destacando suas características, vantagens e se são gratuitos ou pagos.

  2. Importância da calibração de Impressoras 3D
    09 de julho 2024

    Importância da calibração de Impressoras 3D

    A calibração de impressoras 3D é um processo essencial para garantir a precisão e a qualidade das peças produzidas. Apesar de frequentemente subestimado, a calibração adequada é fundamental para alcançar um nível de detalhe e ajuste que diferencie um bom produto de um excelente. Neste artigo, exploraremos a importância da calibração, os principais parâmetros envolvidos e as etapas detalhadas para realizar este processo de forma eficaz.

  3. Programas para Roteadores CNC GRBL
    31 de maio 2020

    Programas para Roteadores CNC GRBL

    Melhores programas para Roteadores CNC com firmware GRBL.

  4. Sprint Layer 6.0 para criar placas de circuito PCB/PCI
    26 de agosto 2019

    Sprint Layer 6.0 para criar placas de circuito PCB/PCI

  5. Fatiador professiaonal Ultimaker Cura
    25 de julho 2019

    Fatiador professiaonal Ultimaker Cura

  6. Camadas ausentes
    29 de maio 2019

    Camadas ausentes

    Falhas na deposição de camadas durante a impressão, resultando em lacunas ou ausência de material em certas áreas do objeto, comprometendo a integridade estrutural da peça.

  7. Extrusão irregular
    29 de maio 2019

    Extrusão irregular

    Fluxo de material inconsistente durante a impressão, resultando em variações na espessura das camadas e na quantidade de plástico depositado, afetando a qualidade e a precisão do objeto impresso.

  8. Detalhas pequenas não são impressas
    29 de maio 2019

    Detalhas pequenas não são impressas

    Detalhes pequenos e delicados do modelo 3D não são reproduzidos corretamente na impressão, resultando em perda de resolução e clareza nesses elementos finos.

  9. Lacunas entre paredes finas
    29 de maio 2019

    Lacunas entre paredes finas

    Espaços vazios aparecem entre paredes finas e detalhes delicados do objeto impresso, afetando a integridade estrutural e a resolução dos elementos mais finos da peça.

  10. Vibrações e ondas
    29 de maio 2019

    Vibrações e ondas

    Vibrações e ondulações indesejadas na superfície do objeto impresso, criando um padrão irregular e afetando a suavidade e a precisão dimensional da peça.

  11. Buracos e lacunas entre os cantos das camadas
    29 de maio 2019

    Buracos e lacunas entre os cantos das camadas

    Pequenos buracos ou lacunas aparecem nos cantos onde as camadas se encontram, criando espaços vazios na estrutura do objeto impresso. Isso pode afetar a resistência e a aparência da peça final.

  12. Arranhões no plano superior
    29 de maio 2019

    Arranhões no plano superior

    A superfície superior do objeto impresso apresenta arranhões, ranhuras ou marcas indesejadas. Essas imperfeições afetam a suavidade e o acabamento da superfície, comprometendo a qualidade visual da peça.

  13. Nódulos, marcas, ranho e espinhas
    29 de maio 2019

    Nódulos, marcas, ranho e espinhas

    Pequenas imperfeições na superfície do objeto impresso, como nódulos, marcas, ranhuras ou espinhas, que afetam a qualidade e a suavidade da superfície. Essas imperfeições podem ser causadas por configurações de impressão inadequadas, problemas de fluxo de filamento ou limitações da própria impressora.

  14. Preenchimento do modelo ruim
    29 de maio 2019

    Preenchimento do modelo ruim

    O preenchimento interno do objeto impresso está irregular, inconsistente ou insuficiente, afetando a resistência e a integridade estrutural da peça final. Isso pode resultar em um objeto frágil, propenso a deformações ou quebras sob estresse.

  15. Separação ou divisão de camadas em uma impressão 3D
    29 de maio 2019

    Separação ou divisão de camadas em uma impressão 3D

    As camadas do objeto impresso não aderem adequadamente umas às outras, resultando em fendas horizontais ao longo da peça. Essas fendas enfraquecem a integridade estrutural e podem levar à quebra ou desintegração do objeto.

  16. Superaquecimento de plástico
    29 de maio 2019

    Superaquecimento de plástico

    Superaquecimento do plástico: O filamento é aquecido a uma temperatura muito alta durante a impressão, fazendo com que o plástico fique queimado, descolorido ou excessivamente mole. Isso pode levar a deformações, perdas de detalhes e até entupimento do bico extrusor.

  17. O excesso de plástico
    29 de maio 2019

    O excesso de plástico

    Excesso de plástico: A impressora extrai uma quantidade excessiva de filamento, resultando em camadas grossas, irregulares e com acúmulo de material. Isso pode causar perda de detalhes, dimensões imprecisas e uma aparência estética insatisfatória na peça final.

  18. Deformação - descolando a primeira camada
    29 de maio 2019

    Deformação - descolando a primeira camada

    Deformação - descolamento da primeira camada: A impressão começa a descolar e enrolar nas bordas, geralmente devido à falta de aderência adequada entre a primeira camada e a superfície de impressão. Isso pode levar a falhas de impressão, deformação dimensional e até desprendimento completo do objeto da mesa.


Tags